Somos especialistas em mídias de performance, SEO, Criação e desenvolvimento, e todas as esferas do Marketing Digital.
Alameda Campinas
São Paulo
São Paulo
01404001
Brasil
Em : E-mail Marketing Comentários : 0 Autor : Performa Web Data : 06 jul 2016
Email marketing: 3 estatísticas que todo investidor deve conhecer

Quem pesquisa meios de investir em marketing digital sabe que há algum tempo rola uma conversa de que o email marketing está morrendo, mas isso não é verdade. Nos últimos anos, o comportamento do público em relação às marcas sofreu mudanças significativas, principalmente por conta da maneira como começamos a usar a tecnologia em nosso cotidiano.

Quem fala que o e-mail marketing morreu simplesmente não está levando em conta essas mudanças e, em consequência, acaba cometendo muitos erros estratégicos. Confira agora algumas estatísticas que mostram que o e-mail marketing é uma das melhores opções de investimento em marketing.

1. O mundo mobile

Aparelhos como smartphones e tablets estão cada vez mais presentes em nossa vida, e você não precisa consultar pesquisas para saber disso. Esses dispositivos mudaram tanto a nossa forma de interagir com as redes sociais que algumas delas foram criadas especificamente para o ambiente mobile, como o Instagram e o Snapchat, bastante usado por famosos e influenciadores para manter contato com seus fãs.

Mas não foi apenas isso que mudou. Segundo uma pesquisa da empresa de software Litmus, 8% das aberturas de e-mail vieram de um dispositivo mobile em 2011, enquanto essa taxa passou para 55% em 2015. Outra pesquisa, divulgada no site TechCrunch, aponta que 75% dos 900 milhões de usuários do Gmail acessam a plataforma por meio de aparelhos mobile e que, em 2012, o número de usuários do Gmail era mais de 50% menor que o atual.

E o que isso significa para o e-mail marketing? Veja bem: se mais da metade dos usuários acessa e abre seus e-mails a partir de dispositivos mobile, isso significa que as empresas que não possuem um site otimizado para mobile acabam gerando uma má experiência logo após a abertura do e-mail. Esse é apenas um dos fatores que pode comprometer a eficácia do e-mail marketing e desviar as empresas do real problema.

2.  O e-mail marketing tende a aumentar as vendas da sua empresa

E o aumento pode ser de 138%, segundo estatísticas do site Convince and Convert, mas pode ter certeza de que isso não é nenhum milagre ou fórmula mágica.

Para atingir taxas surpreendentes como essa é preciso alinhar uma série de fatores como:

Segmentação

Certas ferramentas oferecem recursos bem avançados de segmentação. É possível, por exemplo, enviar uma série de e-mails apenas para as pessoas que engajaram com um e-mail específico enviado anteriormente, enquanto pessoas do mesmo grupo que não engajaram podem receber outra sequência de e-mails.

Frequência

Os segmentos de mídia e varejo têm índices ruins de taxa de abertura, e a razão está completamente ligada à frequência. Basta abrir seu e-mail para ver que quase todos os dias você recebe ofertas da mesma loja, e isso é quase a mesma coisa que implorar por uma compra. Com o passar do tempo, as pessoas acabam ignorando esses e-mails, o que acaba sendo um tiro no pé. Tomar cuidado com a frequência é fundamental. 

Título chamativo

Segundo Rodrigo Demétrio, especialista em e-mail marketing, as pessoas não gostam de títulos genéricos e respondem melhor quando a chamada é mais específica. Além disso, a taxa de abertura aumenta quando o nome do usuário aparece no título.

Corpo do e-mail e conteúdo final

Não adianta ter uma ótima estratégia de e-mail marketing e pecar na produção de conteúdo. As duas estratégias andam de mãos dadas e se complementam para chamar a atenção do público.

3. E-mails dão ótimos dados para a sua empresa

Segundo a Forbes, os e-mails representam a maior fonte de dados para os analistas, com 41% dos especialistas em marketing usando as informações coletadas através de e-mail marketing, e isso não acontece à toa.

A segmentação avançada, citada anteriormente, pode ser utilizada como um tipo de pesquisa de satisfação ao medir o engajamento do público com as investidas da empresa nos e-mails. A partir disso é possível analisar a força de seus conteúdos e descobrir quais ofertas chamam mais a atenção de seus clientes.

O e-mail marketing definitivamente está bem vivo. Quer mais dicas de como trabalhar com e-mail marketing? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo o que você precisa saber sobre marketing digital. Até a próxima!

Leave a Comment

Analise o SEO do Meu Site Grátis!