Somos especialistas em mídias de performance, SEO, Criação e desenvolvimento, e todas as esferas do Marketing Digital.
Alameda Campinas
São Paulo
São Paulo
01404001
Brasil
Em : Sem categoria Comentários : 0 Autor : Performa Web Data : 20 maio 2014
Novidade do Google Maps beneficia os ciclistas

Em tempos de superlotação e preocupação com o futuro ambiental do planeta, a “mobilidade urbana” é um tema em alta por toda parte. Empresas de diversos segmentos estão investindo em negócios e ações com o objetivo de auxiliar neste problema. Uma das soluções encontradas para amenizar as questões relacionadas a mobilidade é o uso da bicicleta como meio de transporte nas grandes cidades, o que já é realidade em muitos países.

Atento a essa tendência global, o gigante Google equipou sua ferramenta Google Maps com a chamada versão ciclística de trajetos, onde o usuário encontra a opção de traçar a rota de um ponto a outro utilizando a bike e visualiza a média de tempo para percorrer todo o percurso. Esta atualização foi bastante bem-vinda e elogiada pelo público usuário da ferramenta.

Apesar dessa nova tendência alcançar cada vez mais pessoas, ainda vivemos numa realidade em que as estruturas urbanas são, em sua maioria, voltadas para os automóveis – com curvas apertadas, elevações em excesso, buracos e outros obstáculos, que tornam as ciclo-faixas exclusivas para a circulação de bicicletas ainda escassas e dificultam o aumento de adeptos à prática.

Foi para facilitar a vida daqueles que enfrentam todas essas barreiras e impedimentos, que uma nova função da versão ciclística de trajetos no Google Maps foi ativada: o “indicador de inclinação”. Por meio dele, o ciclista agora tem acesso ao tempo estimado, comprimento do trecho e a quantidade de rampas ou ladeiras que encontrará pelo caminho. Essa nova funcionalidade torna-se útil àqueles que fazem uso diário da bicicleta e buscam trajetos de menor esforço físico, mais fáceis de percorrer e mais seguros.

O “indicador de inclinação” está disponível em 14 países, onde as rotas ciclísticas já são informadas pelo Google Maps, são eles: Áustria, Austrália, Bélgica, Canadá, Suíça, Alemanha, Dinamarca, Finlândia, Grã-Bretanha, Holanda, Noruega, Nova Zelândia, Suécia e EUA. Os brasileiros ainda terão que aguardar um pouco mais para ter acesso à novidade, mas já podemos comemorar esse importante investimento para a mobilidade urbana mundial.

Leave a Comment

Analise o SEO do Meu Site Grátis!