Somos especialistas em mídias de performance, SEO, Criação e desenvolvimento, e todas as esferas do Marketing Digital.
Alameda Campinas
São Paulo
São Paulo
01404001
Brasil
Em : Links Patrocinados Comentários : 0 Autor : Bruno Souza Data : 24 out 2017
afinal-como-funciona-o-smart-display.jpeg

A transformação digital continua sua revolução em ritmo galopante, e o Google tem sido um dos carros-chefe desse processo. Acompanhar números, desenvolver estratégias e impulsionar criações em meio a esse cenário agitado certamente exige ferramentas que facilitem essas tarefas para os profissionais de comunicação e marketing. O Google Smart Display é uma delas, e neste post você vai entender o porquê.

O Google AdWords, certamente um dos principais e mais importantes recursos para geração de anúncios pagos na internet, continua sendo uma ferramenta estratégica para trazer bons resultados para empresas de diversos portes. Porém, o Smart Display tem o diferencial de otimizar a taxa de conversão desses anúncios, gerando chamadas mais eficazes por meio do machine learning — aprendizado de máquina, em português —, um dos pilares da Inteligência Artificial.

A seguir, você vai entender de perto como funciona o Google Smart Display:

Como o Smart Display realiza a otimização da taxa de conversão?

Como pontuamos na introdução, uma das grandes vantagens — e o que diferencia o Google Smart Display das demais ferramentas de geração de anúncios — é precisamente o fato de ele contar com machine learning. Assim, é possível combinar, processar, melhorar e até mesmo criar anúncios a partir dos dados fornecidos por você, como fotos, textos, logos, título do anúncio etc.

Tudo isso significa que, quanto mais informação de qualidade você puder oferecer, mais ele poderá aprender sobre seu negócio, encontrando os melhores leads nas páginas mais propícias na internet. Mas antes de gerar um anúncio no Smart Display, existem alguns requisitos básicos exigidos pelo Google que você deve saber. Falaremos sobre isso mais adiante.

Como faço para gerar um anúncio no Smart Display?

Por mais simples e fácil que o Google Smart Display pareca ser, existem alguns princípios que devem ser levados em conta antes de se decidir pelo uso dessa ferramenta. Os principais deles são:

  • seu site deve ter pelo menos 50 leads verificados pelo Google ou 100 na rede de mecanismos de busca conhecida como Search Network;

  • seu anúncio precisa correr por no mínimo 15 dias para que o Smart Display possa aprender o suficiente e gerar resultados significativos.

A partir desses dois requisitos básicos, você pode criar sua campanha e, então, tirar proveito dos seguintes recursos:

  • criação do anúncio: ao fornecer fotos, logos, descrição, chamadas e demais dados que possam ser úteis ao Smart Display, ele criará diferentes versões do mesmo anúncio, levando em conta apenas as mais eficientes;

  • targeting: o Smart Display vai traçar a melhor audiência para seu anúncio a partir do entrecruzamento de informação fornecido por você com a imensa base de dados do Google;

  • remarketing: esse recurso poderoso de conversão também é usado no Smart Display, bem como acontece no AdWords;

  • taxação: por meio de CPA (custo por aquisição), o Google Smart Display avalia quais anúncios e nichos funcionam melhor para seu objetivo e direciona os recursos para as audiências certas.

Como você pode ver, o machine learning executa um papel crucial nas diretrizes do Smart Display, sobretudo no que diz respeito à criação do anúncio, targeting e sistema de taxação. Se compararmos com o AdWords, por exemplo, veremos que esses quesitos não são tão bem desenvolvidos quanto aqui.

Em empresas de grande porte e com um grande volume de dados, como a Trivago, o Smart Display provou que foi capaz de aumentar a taxa de conversão em 36%. Esse fato também demonstra que para empresas de pequeno porte, sem um grande volume de dados gerados, a efetividade do machine learning pode ser menor, já que não terá tanto o que absorver assim das informações fornecidas. 

Como obter melhores resultados com o Google Smart Display?

De fato, a capacidade em aprender de você e desenvolver por conta própria anúncios mais assertivos não faz do Google Smart Display uma ferramenta infalível, que possa simplesmente carregar sozinha a responsabilidade pelo sucesso de suas ações de marketing.

No entanto, de forma planejada e estratégica, você pode sim aproveitar os recursos que a ferramenta disponibiliza. Veja abaixo como realizar isso:

Investimentos sazonais

Você pode aumentar, diminuir ou mesmo parar os investimentos em uma campanha após ter sido lançada. Por exemplo, com a chegada do Natal, sua campanha precisa aumentar o alcance. Então, você pode mudar as configurações e ajustar os investimentos.

Audiências customizadas

Por entrecruzar dados e agir com autonomia, a segmentação no Smart Display é muito maior que em outras ferramentas.

Targeting abrangente

O Smart Display combina remarketing, uso de palavras-chave, tópicos, localização, audiências in-market e similares para encontrar o melhor público e redirecionar os recursos investidos na audiência, gerando mais conversões para seu anúncio.

Vale sempre lembrar que, por funcionar utilizando machine learning, o Google Smart Display obtém melhores resultados quando você oferece uma boa base de dados para ele trabalhar. 

Tenha, ao menos, cinco versões diferentes de seu anúncio, ou seja, cinco chamadas diferentes, com cinco fotos diferentes e assim por diante. Isso será um bom começo para que ele possa começar a trabalhar de maneira eficaz. 

Posso combinar o Smart Display com o Adwords?

Tudo depende do nível segmentação da sua campanha e a qualidade das informações que você dispõe sobre sua audiência.

O Smart Display se destaca pela capacidade de combinar dados e criar de forma autônoma os melhores anúncios baseados no entrecruzamento de informações — tanto aquelas fornecidas por você quanto as que o Google já dispõe.

O AdWords pode funcionar bem para estratégias de remarketing que já estão segmentadas de forma assertiva por meio de empresas que conhecem muito bem o seu público e como atingi-los eficazmente.

No entanto, a combinação de ambas as ferramentas podem produzir resultados substanciais, já que o Smart Display alcança consumidores em potencial que não estavam previstos na sua campanha de remarketing — lembre-se de que o Smart Display combina variadas formas de targeting, que vão além do remarketing. A possibilidade de realizar testes CPA no Smart Display também amplia ainda mais essas oportunidades, então analise todas as informações antes de fazer sua decisão.

Gostou de saber como funciona o Google Smart Display? Então compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais e ajude os amigos empreendedores a entender a importância dessa ferramenta!

Analise o SEO do Meu Site Grátis!
Google Partner Premier Bing ADS - Profissional Autorizado Certificação VTEX - Project Manager Certificação VTEX - Reseller Certificação VTEX - Support