Somos especialistas em mídias de performance, SEO, Criação e desenvolvimento, e todas as esferas do Marketing Digital.
Alameda Campinas
São Paulo
São Paulo
01404001
Brasil
Em : SEO - Otimização Comentários : 0 Autor : Denis Casita Data : 19 set 2017
Conheça a Canonical Tag

Garantir que o site da sua empresa seja encontrado por seus clientes nas buscas feitas no Google é o primeiro passo para ter sucesso em uma estratégia de marketing digital. É por esse motivo que tantos gestores investem pesado em Search Engine Optimization (SEO), estratégia que tem o objetivo de fazer com que um site fique nas primeiras posições do Google sempre que um cliente buscar por uma palavra-chave relacionada ao negócio.

Nesse contexto, um dos problemas mais comuns encontrados pelos profissionais de SEO ao otimizar um site é o conteúdo duplicado. Felizmente, hoje já existe uma grande solução para este problema: a Canonical Tag. Você sabe o que é isso?

No post de hoje, mostraremos a você como esta técnica funciona e por que ela pode melhorar o SEO do seu site. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

O que é conteúdo duplicado?

O conteúdo duplicado de um site são as páginas que, apesar de terem URLs diferentes, possuem elementos em formato de texto praticamente idênticos.

Ao contrário do que muita gente pensa, o conteúdo duplicado nem sempre é intencional, como um site que deliberadamente copia um texto de sua página. Muitas páginas possuem materiais duplicados dentro de sua própria estrutura, seja por erros de programação ou mesmo por falta de atenção dos desenvolvedores responsáveis pelo domínio.

Isso é muito comum em blogs, onde as páginas de categorias, tags e publicações mais recentes podem ser idênticas em alguns casos. Sites que possuem duas versões, uma para desktops e outra para aparelhos móveis, também podem sofrer com o problema de conteúdo duplicado.

Por isso, este é um problema que precisa ser levado a sério e acompanhado de perto para não prejudicar o site de sua empresa.

Como o conteúdo duplicado pode prejudicar um site?

Google, Bing, Yahoo! e outros sites de busca têm um objetivo claro: oferecer para seus usuários informação relevante que seja capaz de solucionar as dúvidas e problemas que enfrentam no dia a dia. Para isso, eles buscam oferecer um material diversificado em seus resultados de busca, excluindo das primeiras páginas conteúdos idênticos ou semelhantes entre si.

O que acontece é que muitos sites investiram na produção de conteúdo duplicado com o objetivo de “enganar” os motores de busca, fazendo com que eles ranqueiem várias páginas semelhantes com o mesmo texto. É por este motivo que todo conteúdo duplicado, seja ele entre sites diferentes ou dentro da estrutura de um único site, pode prejudicar toda a estratégia de SEO de sua empresa.

Em outras palavras, independentemente de o texto ter sido publicado sem querer, seu site poderá ser penalizado caso isso aconteça. Caso alguma página de seu site possua qualquer tipo de material duplicado, portanto, são grandes as chances de ela ser penalizada pelo Google e outros sites de busca, perdendo posições importantes no ranqueamento da página.

Foi para ajudar a solucionar este problema que surgiu a Canonical Tag.

O que é a Canonical Tag?

Considerada por muitos profissionais da área como a maior revolução no SEO desde a criação dos sitemaps, a Canonical Tag é uma técnica que permite que você indique para os motores de busca qual a versão preferencial de uma página na internet.

Sendo assim, podemos dizer que a Canonical Tag é uma ferramenta que serve de marcação para que os robôs de busca entendam que determinada página de seu site é uma réplica de outra, evitando indexá-la nos seu resultados de busca.

Como a Canonical Tag funciona?

A Canonical Tag funciona de maneira bem semelhante ao redirecionamento 301, com a vantagem de ser mais fácil de utilizar. Além disso, é visualizada apenas pelos motores de busca, permitindo que o usuário de seu site continue navegando normalmente, sem prejudicar a sua experiência de navegação.

Mas é importante lembrar: usando a Canonical Tag em seu site, você estará apenas recomendando que o robô de busca considere uma determinada página como mais importante. Usar esta ferramenta não garante que ela gere resultados imediatos em seu site, principalmente se ele já foi penalizado por possuir conteúdo duplicado. Por isso, saiba que pode demorar alguns dias ou semanas para que estas alterações sejam colocadas em prática.

Como utilizar a Canonical Tag?

Assim como em qualquer comando feito para os robôs de busca, a Canonical Tag deve ser inserida no header de seu site. Assim, você garante que esta informação será lida pelo mecanismo dos buscadores antes mesmo de carregar todo o conteúdo da página.

Além disso, é importante lembrar que ela deve ser inserida apenas nas páginas que possuem conteúdo duplicado. A página original, que será recomendada com a página “Canônica”, não precisa receber esta Tag. O uso da Canonical Tag é bastante simples: basta utilizar as referências “rel” e “href” dentro da Tag “link”. Veja o exemplo:

Suponha que sua URL preferencial, aquela que você deseja que seja ranqueada nas buscas do Google, seja “http://www.meusite.com.br/produtos”. Para inserir esta informação no seu site, insira o código abaixo na seção head de seu site:

<link rel=”canonical” href=”http://www.meusite.com.br/produto” />

Pronto! É só inserir este código nas páginas duplicadas de seu site que os robôs de busca saberão que se trata de uma página com conteúdo duplicado.

Erros comuns ao usar a Canonical Tag

Apesar de ser bem simples e fácil de usar, muitos profissionais cometem alguns erros que podem prejudicar toda a sua estratégia de SEO. Entre os erros mais comuns, podemos destacar:

Inserir a Canonical Tag no lugar errado

Apesar de já termos citado neste post que a Canonical Tag deve ser inserida na seção head de seu site, vale a pena destacar que este é um dos erros mais comuns ao utilizar esta função.

Quando este código é inserido na seção body, por exemplo, os robôs de busca simplesmente vão ignorar a função. E, como se não bastasse, inserir o código em um lugar errado pode prejudicar a estrutura HTML de sua página, influenciando no SEO.

Não verificar corretamente o código-fonte

Como a Canonical Tag não realiza nenhuma alteração no visual de sua página, muita gente acaba cometendo alguns na digitação do código, anulando seu funcionamento. Sempre que utilizá-la, portanto, verifique se o código foi inserido corretamente e se não há nenhum erro no endereço da página.

Certifique-se de que o código não foi inserido duas vezes na mesma página, o que também pode gerar problemas no tempo de carregamento de seu site.

Utilizar a Canonical Tag em páginas que não estão duplicadas

Lembre-se: a Canonical Tag deve ser utilizada apenas em páginas que possuem conteúdo duplicado. Por isso, nunca utilize esta técnica caso a finalidade seja outra. Assim, você evita problemas em seu código e mantém a comunicação com os robôs de busca simples e direta.

Agora que você entendeu o que é a Canonical Tag e como ela pode ajudar no SEO de seu site, que tal continuar acompanhando mais dicas para otimizar a estratégia de SEO da sua empresa? Curta nossa página no Facebook e no LinkedIn e não perca nenhuma novidade!

Analise o SEO do Meu Site Grátis!
Google Partner Premier Bing ADS - Profissional Autorizado Certificação VTEX - Project Manager Certificação VTEX - Reseller Certificação VTEX - Support